• Dr. Leonardo Albuquerque

Lipoaspiração: mitos e verdades sobre a cirurgia plástica




Ao contrário do que muita gente pensa, a lipoaspiração não é um tratamento para a obesidade, nem mesmo para o sobrepeso, e não substitui a prática de exercícios físicos e bons hábitos alimentares.

A função da lipoaspiração é retirar acúmulos de gordura em várias partes do corpo, incluindo coxas, braços, pescoço, cintura, costas, parte medial do joelho, peito, bochechas, queixo, pernas e tornozelos, o que pode ser feito apenas quando o paciente está dentro do seu peso ideal e saudável.

O procedimento é indicado para essas pessoas, que, mesmo magras, permanecem incomodadas com o excesso de gordura em áreas localizadas do corpo, para que se sintam mais confortáveis com sua aparência.


Como o correto a se fazer em qualquer cirurgia, é importante que exista uma conversa prévia entre paciente e médico cirurgião plástico, esclarecendo todas as suas dúvidas acerca do pré-operatório, pós-operatório, anestesia e, principalmente, as qualificações profissionais do especialista.

Além disso, é primordial estar atento à estrutura, para que seja a melhor possível e consiga atender as necessidades da equipe em caso de alguma intercorrência. Você precisa ser bem assistido pela equipe, em um ambiente munido de equipamentos adequados e imprescindíveis.

Esteja preparado também para conversar sobre medicamentos e vitaminas que são consumidos antes da cirurgia, bem como os hábitos pouco saudáveis associados ao consumo de álcool e drogas que ainda possui. Importante se preparar adequadamente, de acordo com as orientações médicas antes da cirurgia e rever os costumes que não condizem com a nova etapa de vida que deseja adotar.

Os custos de uma lipoaspiração podem variar drasticamente. Detalhes relacionados a estrutura, equipe médica, exames, medicamentos e as necessidades do pós-operatório, que exige medicamentos e malhas cirúrgicas, por exemplo, são fatores que fazem com que o preço passe por variações.

Mas é importante que sejam todos levados em consideração, pensando, principalmente, na saúde do paciente durante todo o processo, inclusive depois da cirurgia. Jamais opere com um profissional que você não conhece ou não tem referências profissionais sobre, pois sua satisfação e saúde vem em primeiro lugar.

Atente-se aos preparativos relacionados a sua lipoaspiração, busque por um acompanhante que lhe dê o devido suporte e, assim que for marcada a cirurgia, confirme a disponibilidade dele para garantir que contará com a companhia na data. Por fim, conheça o hospital ou clínica em que você irá operar. Indague ao seu médico e verifique se ele é dotado de toda a estrutura e equipe necessárias para atender a qualquer intercorrência não cirurgia ou logo após ela. Todos esses processos trarão mais tranquilidade e segurança antes, durante e depois do procedimento.

Fonte: Saúde Plena / Alexandre Meira.

Imagem: Istock

10 visualizações
© 2020 por Dr. Leonardo Albuquerquer